Caixa Tem pode se tornar um banco digital avaliado em R$ 100 bilhões

null

O próximo objetivo da Caixa Econômica Federal é transformar o aplicativo Caixa Tem em um serviço com estrutura e equipes preparadas. A plataforma, que foi popularizada devido ao auxílio emergencial, deverá passar a operar como um banco digital voltado para clientes considerados de baixa renda. Pelas projeções da estatal, o banco pode ser avaliado em R$ 100 bilhões.

Caixa Tem pode se tornar um banco digital

De acordo com a Folha de São Paulo, que anunciou tal informação, o novo banco digital deverá ser gerenciado pela Caixa Econômica Federal, mas ganhará estruturas tecnológicas e equipes independentes. Hoje, o aplicativo Caixa Tem depende da tecnologia e de aproximadamente 100 funcionários do banco estatal.

Para a criação do banco digital com os serviços do Caixa Tem, o Conselho de Administração da Caixa deve permitir reivindicar a autorização do Banco Central. A empresa espera que a liberação do BC seja anunciada até o final do primeiro semestre de 2021.

O novo banco, que ainda não possui nome definido, permitirá a movimentação de até R$ 5 mil por mês nas contas e reunirá pagamentos de programas sociais concedidas pelo Governo Federal. Os beneficiários do Bolsa Família, por exemplo, serão os primeiros a participarem do processo de migração.

Além dessas vantagens, os clientes do novo banco terão acesso a outros serviços, como saques, pagamentos de contas e transferências, assim como nas instituições bancárias tradicionais. A plataforma também oferecerá vendas de seguros e ofertas de linhas de crédito.

Caixa Tem já possui 105 milhões de contas ativas

Em outubro de 2019, quando o aplicativo Caixa Tem foi lançado, era esperado que a plataforma chegasse a 35 milhões de usuários. Um ano depois, com a pandemia do coronavírus, a marca foi facilmente superada. Afinal, a plataforma fechou o terceiro semestre de 2020 com 105 milhões de contas ativas.

via foregon

Deixe uma resposta