Conheça as 6 moedas mais raras e valiosas do mundo

Existem diversas moedas que, pelo seu número reduzido de triagem ou por sua história, se tornaram raras e valiosas entre os colecionadores. Você já viu aqui sobre as moedas mais raras do real, mas será que conhece as moedas mais raras do mundo?

Só nos Estados Unidos, existem mais de 200 moedas históricas que valem mais de um milhão de dólares atualmente! E o preço dessas moedas raras pode aumentar em até 50%, em apenas alguns anos.

Veja quais são as moedas mais raras e valiosas do mundo hoje.

1. Dólar de Cobre (1794)

Valor: 10 milhões de dólares (38,5 milhões de reais)
Data de venda: 24 de janeiro de 2013
Vendido por: Stack’s Bowers Galleries

Vendido pela empresa de leilões Stack’s Bowers em janeiro de 2013, esta moeda estabeleceu o recorde mundial pelo maior valor em uma única moeda.
Acredita-se que essa tenha sido a primeira moeda em dólar emitida pelo governo federal dos EUA, e por isso seu valor tão alto.

2. Double Eagle (1933)

Valor: 7,5 milhões de dólares (28,9 milhões de reais)
Data de venda: 30 de julho de 2002
Vendido por: Sotheby’s e Stack’s

Esse é um exemplo de moeda que tem seu valor devido às circunstâncias históricas. A Double Eagle de 1933 foi cunhada, mas nunca foi divulgada publicamente.

Devido à crise, Franklin D. Roosevelt emitiu uma ordem de que todas as moedas de ouro pertencentes ao público em geral fossem derretidas. Porém, algumas das moedas de ouro de 1933 acabaram por escapar dos cofres americanos.

Atualmente sua posse é ilegal, exceto por uma, originalmente pertencente ao rei Farouk do Egito. Após uma longa batalha legal, a casa da moeda americana e o proprietário concordaram em vender a moeda e dividir o seu valor.

3. Brasher Doubloon, com EB no peito (1787)

Valor: 7,3 milhões de dólares (28,1 milhões de reais)
Data de venda: Dezembro de 2011
Vendido por: Blanchard and Company

Ephraim Brasher era um dos principais ourives da cidade de Nova York no final dos anos 1700, antes da existência da Casa da Moeda norte-americana.

Brasher Doubloon foi cunhada por Ephraim em 1787, e naquela época continha o equivalente à 15 dólares em ouro. Essa moeda foi feita em duas representações, com o EB cunhado no peito da águia, e outro com o EB na asa.

Embora essa moeda não tenha sido vendida em um leilão de moedas, a empresa Blanchard and Company negociou-a com um colecionador privado por mais de 7 milhões de dólares.

4. Florin de Eduardo III (1343)

Valor: 6.8 milhões de dólares (26 milhões de reais)
Data de venda: Julho de 2016

Essa moeda rara moeda foi cunhada em 1343, durante o reinado de Eduardo III da Inglaterra. Apenas três exemplares dessa moeda foram encontrados. Duas delas são exibidas no Museu Britânico, localizado em Londres.

5. Dólar de Prata – Classe I (1836)

Valor: 4.1 milhões de dólares (15,8 milhões de reais)
Data de venda: 30 de agosto de 1999
Vendido por: Bowers & Merena

Esse dólar, dos quais apenas 15 espécimes são conhecidos, é dividido em “classes”. Oito compreendem a Classe I, que foram cunhadas em 1834. Uma pertence a Classe II e seis à Classe III.

Um dólar de prata original, da Classe I, foi dado ao sultão de Muscat em 1836, como um presente diplomático. O presente foi dado pelo embaixador americano, em nome do então presidente dos Estados Unidos, Andrew Jackson.

Em maio de 2016, esse Dólar de Prata voltou a ser colocado em leilões pelo D. Brent Pogue, e foi feita uma oferta de 10 milhões de dólares por ela, mas a negociação não foi fechada.

6. Milhão canadense (2007)

Valor: 4 milhões de dólares (15,4 milhões de reais)
Data de venda: Junho de 2010
Vendido por: Dorotheum Auction House, Viena, Áustria

Em 2007, a casa da moeda canadense produziu a primeira moeda de um milhão de dólares do mundo.

Também conhecida como Big Maple Leaf, essa moeda é uma edição comemorativa e pesa cerca de 100 kg, sendo que 99,99% dela é feito em ouro puro.

Até agora, cinco dessas majestosas moedas de ouro foram compradas por investidores de todo o mundo. A última moeda negociada em um leilão público foi vendida por 4 milhões de dólares.

Em março de 2017, um de seus exemplares que estava em exibição em Berlim, na Alemanha, foi roubado. A moeda fazia parte da coleção do museu desde 2010.

Via: hipercultura

Deixe uma resposta