Mercado Livre: empresa anuncia sua própria frota de aviões

null

A maior plataforma de comércio eletrônico e serviços financeiros da América Latina, Mercado Livre, anunciou no começo de novembro desse ano a sua própria frota de aviões, chamada de MELI Air. Continue a leitura do artigo para saber como ela vai funcionar.

Conheça a frota de aviões do Mercado Livre

Um dos principais objetivos para a criação de uma companhia com frota própria é porque a empresa deseja aumentar a capacidade de entregas para o dia seguinte no Brasil.

De acordo com informações do site UOL, a MELI Air será operada por diferentes companhias aéreas.

Além disso, a frota será composta por quatro aeronaves que ficarão responsáveis pelo transporte de produtos armazenados em dois Centros de Distribuição (São Paulo e Bahia), nos sete dias da semana.

Segundo o vice-presidente da Mercado Envios que é braço logístico da empresa, Leandro Bassoi, a ideia inicial é ter uma melhor logística no Brasil e aumentar, dessa maneira, o número de entregas no dia seguinte.

“[…] A ampliação consistente e robusta da nossa malha logística é decisiva para a manutenção da excelência do atendimento e satisfação do consumidor final – tanto vendedores quanto compradores da nossa plataforma”, afirmou o vice-presidente da Mercado Envios.

Mercado Livre expande seus investimentos no país

Conforme as informações divulgadas pelo site UOL, o Mercado Livre irá investir cerca de R$ 4 bilhões no Brasil até o final de 2020, entre os investimentos feitos na MELI Air, abertura de um novo Centro de Distribuição e dentre outras ações.

Vale ressaltar ainda que a empresa não é a primeira a lançar uma frota particular de aviões. Em 2016, por exemplo, a Amazon anunciou sua frota própria de aviões de carga, chamada de PrimeAir.

A primeira aeronave foi um Boeing 767, denominado de Amazon One, e operado na época pela empresa Atlas Aircon.

via foregon

Deixe uma resposta