Novo Dragon Age seria jogo de serviço, mas agora é 100% single player

Segundo relatórios publicados por Jason Schreier, do Bloomberg, o novo título da franquia Dragon Age será um jogo com foco total no modo single player, tendo o modo multiplayer definitivamente sacrificado, que originalmente seguiria um estilo “Anthem com dragões”.

Durante o mês de fevereiro, a Eletronic Arts realizou uma espécie de triagem interna, responsável por analisar os riscos e o planejamento para os próximos anos. Dessa forma, a nova entrada de Dragon Age tornou-se uma das principais pautas da empresa e teve sua proposta totalmente reformulada, sofrendo impacto direto do sucesso de Star Wars Jedi: Fallen Order, jogo estritamente de campanha offline, e do fracasso — e consequente abandono — de Anthem.

Desde 2017, estava planejado que o RPG da BioWare teria fortes componentes de multiplayer, de forma a viabilizar a monetização em longo prazo. Porém, no mesmo ano tais políticas já começaram a ser problemáticas na empresa, culminando na saída do diretor criativo veterano Mike Laidlaw após 14 anos de trabalho no estúdio. Agora, os planos foram novamente alterados e tudo indica que de forma definitiva.

De acordo com fontes da EA, o modo online do RPG foi sacrificado em definitivo, e agora o game será uma campanha com foco total offline e single player, de forma a atingir de forma mais ampla o sucesso de público que foi Fallen Order, que se tornou o quarto jogo mídia física mais vendido em 2019 e o melhor período de 15 dias de lançamento digital na história da franquia.

Felizmente, o novo Dragon Age parece estar avançando bem em seu desenvolvimento e, diferentemente de Anthem 2.0 e Gaia — ambos cancelados —, o projeto segue a todo vapor, entregando notícias constantes aos fãs e com estratégias internas bem definidas.

Via: Voxel

Deixe uma resposta