Nvidia anuncia linha de GPUs para mineração profissional de criptomoedas

A Nvidia anunciou nesta, quinta-feira (18), a Nvidia CMP HX, uma linha de GPUs desenvolvidas para realizar mineração profissional de criptomoedas. O componente não servirá para melhorar gráficos nos games, brincou a empresa em um comunicado.

As siglas do novo processador significam “Cryptocurrency Mining Processor”, (Processador de mineração de criptomoeda, em tradução livre). Os equipamentos serão lançados no primeiro e no segundo trimestre deste ano nas principais parceiras autorizadas da empresa.

De acordo com a Nvidia, o produto não tem saída de vídeo, por exemplo, mas melhora a refrigeração, bem como trabalha com a frequência e a voltagem menores, reduzindo o consumo e aprimorando a eficiência da mineração.

null

Serão 4 modelos diferentes da GPU: 30HX, 40HX, 50HX e 90HX. Cada um terá um hashrate diferente. Este é uma métrica do universo de mineração que define a velocidade de resolução de blockchains que um computador consegue processar. As placas de vídeo da Nvidia irão de 26 MH/s a 86 MH/s.

A empresa de computação explicou, ainda, que o parâmetro de funcionamento do processador é a Ethereum, plataforma descentralizada que utiliza a criptomoeda “ether” nos contratos.

Mineração na RTX 3060

Ao contrário das GPUs, a Nvidia explicou que a GeForce RTX 3060, que será lançada em 25 de fevereiro, terá componentes para limitar o trabalho de quem está nesse universo de moedas virtuais.

“Os drivers do software RTX 3060 são projetados para detectar atributos específicos de algoritmos de mineração das criptomoedas da Ethereum e por isso limitam a hashrate, que significa eficiência de mineração, em cerca de 50%”, informou o texto da companhia.

Via: Voxel

Deixe uma resposta